Modalidade - SILHUETA METÁLICA

SILHUETA METÁLICA

É considerada uma das modalidades mais difíceis. Possui características distintas do dinamismo das demais, pois exige maior concentração dos atletas. Criada em 1992, a IMSSU – “International Metallic Silhouette Shooting Union”, que congrega as Federações de Tiro à Silhueta Metálica em nível mundial, rege a disciplina do esporte.

O objetivo da Silhueta Metálica é disparar, em 4 minutos, sobre series de 10 disparos a alvos metálicos confeccionadas em chapas de aço, representando o perfil de galinhas, porcos, perus e carneiros, de dimensões diferenciadas. O posicionamento dos alvos são feitos em distâncias preestabelecidas no regulamento, que varia entre 25 e 100 metros.

É a única modalidade que permite auxílio ao atleta. Cada atirador poderá contar com um observador (normalmente um outro atirador), posicionado à sua retaguarda com uma luneta. Este observador tem a função de identificar ao atirador os locais de impacto ou em que ponto do alvo o projétil atingiu, o que facilita bastante qualquer correção que seja necessária.

O esporte permite aos atiradores competir em diversas categorias de acordo ao tipo de arma que possui. Conforme as distâncias vão aumentando, o grau de dificuldade aumenta.

Em Mato Grosso, os esportistas de Silhueta Metálica competem em quatro categorias: 38 Longa, 38 Curta, 22 Longa e 22 Curta.

Fonte: Wikipedia, CPTPP e CBTP